segunda-feira, 29 de junho de 2015

A garota do coração partido.




Você pode ler esse texto ouvindo Broken-Hearted Girl - Beyoncé.

VOCÊ TÁ CRIANDO MOTIVOS PARA FUGIR DELE


    É isso que recebo da minha amiga, após dar milhões de desculpas vazias sobre o por que não querer conversar com uma antiga paixãozinha. “Ele não namora, vai, arrisca.” ela diz. Logo rebato; “Ele não namora, deve ter um monte de garotas por aí - penso em você e em todos os seus casos-”. “As pessoas mudam. Ele fica todo bobo perto de você. Você tem um efeito sobre ele incrível.” ela continua tentando me convencer. Discordo mais uma vez; “Não sei. Nunca vi nada disso. Pode ser só coisa das nossas cabeças - penso em você de novo e em todas as fantasias que criei em cima de suas pequenas atitudes-.”. “Olha, você só vai saber se tentar.” Ela começa a ficar impaciente. Suspiro. “Eu acho que não quero tentar. Sei lá. Deixa como tá.”. Ela cansa: “Você tá criando motivos para fugir dele.”
   
     Leio mais algumas vezes a frase e, por fim, consigo respondê-la. A conversa toma um outro rumo, mas aquilo continua martelando na minha cabeça; “Você tá criando motivos para fugir dele.”. E eu temo que talvez ela esteja certa, talvez eu esteja mesmo fugindo dele e de qualquer outro garoto que possa aparecer. E o problema não é com eles, não é comigo e o que parece pior, o que eu não gosto de admitir nem por texto, o problema é você. Depois de todo esse tempo o problema continua sendo você. Você e todas as suas malditas lembranças. O que eu mais temia aconteceu. Sem que ao menos eu percebesse, eu me fechei para todos os outros por sua causa. 

    Eu fechei todas as portas que pudessem existir, tranquei e joguei as chaves fora só para ter certeza de que eu não me tentaria a fazer a besteira de abrir as portas para um outro alguém. Não me entenda mal é só que eu não quero mais me machucar, não quero mais criar lembranças com outro alguém e depois ter que revivê-las sozinha a cada minuto do meu dia. Não, eu não quero. Não quero olhar para alguém e sentir meu coração acelerar pelo simples fato da minha miopia me fazer enxergar você. Juro que não quero mais estragar as melhores músicas do mundo com alguém como você ou pior, com alguém que me faça sentir metade do que você me fez sentir. Eu não preciso mais disso. 

   Será que você já não foi suficiente? Todas as noites que deitei imaginando que sonharia com você e não sonhei ou aquelas que eu nem imaginava que você pudesse aparecer e você apareceu, fazendo com que eu revivesse aquele sonho por dias seguidos na minha cabeça. Não quero ter isso com outra pessoa. E talvez o verdadeiro motivo seja que se isso acontecer eu perderei em mim a única parte de você que ainda sobrevive. Aquele espaço que você ocupa poderá ser ocupado por outro alguém e só de pensar nisso meu corpo estremece. 

    Você é como um vestido lindo que usei nas melhores festas da minha vida, mas agora só está ocupando espaço no meu armário e ao mesmo tempo que o vestido não me cabe mais e outros virão para substitui-lo me livrar dele é como me livrar de todas as lembranças e histórias vividas e revividas enquanto ele ainda me servia. Você é o meu vestido lindo que não cabe mais, que esteve comigo nas melhores lembranças da minha vida, mas que agora, por mais que seja difícil, precisa ser deixado de lado para que outros possam me proporcionar novas lembranças. Mas eu me fechei. Não quero novos vestidos. Não quero novas lembranças. Novos amores. Novos sabores. Novas dores. Por Deus, eu não quero uma nova chance e muito menos quero dar uma nova chance para alguém e veja só; muito menos para você. 

    Na realidade, eu sou tão idiota, tão fraca, tão sua (mesmo você não sendo meu) que eu te daria mais uma chance, sim. E te daria a segunda, a terceira, a quarta, a quinta chance… Até quando o meu coração aguentasse e eu também. A gente poderia apostar o quanto eu conseguiria ser machucada e continuar aqui. 

    Seria um jogo divertido, pelo menos para um dos lados. Afinal, isso tudo, nós dois, nunca passou de um jogo não é mesmo? Um jogo em que você não poderia perder, pois você nunca perdeu nada na vida. Foi isso o que te manteve por tanto tempo aqui. O prêmio. Você conseguiu. Mais uma garota no mundo com o coração partido. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário